Notícias | Dia a dia
Sakkari não crê em muitas ausências no US Open
17/06/2020 às 14h27

Atenas (Grécia) - Confirmado para acontecer entre os dias 31 de agosto e 13 de julho, o US Open segue envolto em polêmicas com alguns jogadores defendendo arduamente sua realização e outros a criticando. Em meio a tudo isso, a grega Maria Sakkari acredita que poucas serão as baixas no primeiro Grand Slam realizado pós-pandemia.

“Há rumores sobre alguns grandes nomes que talvez não estarão no torneio, embora não possamos garantir nada com certeza. Acho que o mais provável é que eles acabem mudando de ideia. Não acredito que haverá muitas ausências”, afirmou a grega de 24 anos para o portal SDNA.

“Com todas as pessoas no circuito com quem falei, nenhuma está totalmente de acordo com os termos propostos pela USTA, mas todos querem jogar novamente. Claro que irei para Nova York, embora não concorde com muitas das medidas anunciadas, como o fato de não ter qualificatório”, observou a atual 20ª colocada no ranking da WTA.

A grega aposta que muitas coisas vão mudar a partir de então. “Só espero que não mudem para pior. Ninguém queria ficar mais seis meses em casa até o próximo ano, mas também não queremos que a situação piore”, comentou Sakkari, cobrando uma melhor comunicação do circuito com as atletas.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva