Notícias | Dia a dia
Judy Murray defende volta do tênis apenas em 2021
14/06/2020 às 13h14

Judy Murray é favorável até mesmo à espera do surgimento de uma vacina

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - O cancelamento definitivo de todo o calendário do tênis em 2020 seria a decisão mais correta dos dirigentes. A opinião é de Judy Murray, mãe dos irmãos Andy e Jamie e uma das mais influentes pessoas no tênis britânico.

Na sua opinião, seria mais justo que todos os tenistas tivessem a mesma oportunidade e que o circuito só voltasse após o surgimento de uma vacina contra o coronavirus, mas a treinadora escocesa reconhece que existe uma grande massa de jogadores em situação financeira difícil e desesperados por competir.

"Cada um neste momento vê a coisa de uma forma diferente", reconheceu. "A meu ver, deveríamos parar tudo e recomeçar em janeiro quando tudo estiver mais claro", afirmou à BBC. "Acho que até termos uma vacina, não haverá um torneio com todos os jogadores animados a competir. Não gostaria de ser diretora de torneio neste momento".

O US Open promete decidir seu destino até esta segunda-feira, enquanto Roland Garros está confiante de que conseguirá realizar o torneio no final de setembro. Além deles, vários outros grandes torneios ainda têm esperança de acontecer em 2020, como Madri e Roma.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG