Notícias | Dia a dia
Bicampeão de RG sugere aposentadoria a Federer
12/06/2020 às 12h18

Roma (Itália) - Um dos maiores ícones do tênis italiano, Nicola Pietrangeli se mostrou pessimista com a notícia de que o suíço Roger Federer terá que passar por uma nova operação no joelho direito. O bicampeão de Roland Garros acredita que o atual número 4 do mundo não conseguirá retornar em nível suficientemente competitivo e por isso sugeriu a aposentadoria.

“Não entendo o que mais ele tem para provar. Roger Federer é quem ganhou mais e já ganhou muito. Talvez seja hora de parar, ele iria deixar o circuito de cabeça erguida e como o número 4 do mundo”, disse o campeão do Grand Slam francês em 1959 e 1960 em entrevista à agência italiana de notícias AGI.

“Quando ele voltar a competir, se isso acontecer, não será capaz de jogar como antes. Digo isso porque sua habilidade e experiência não serão suficientes, ele provavelmente vai perder bem mais do que antes e quem vencê-lo vai dizer que derrotou o grande campeão Federer e não um cara com problema no joelho”, acrescentou o italiano.

Apesar da sugestão, Pietrangeli aposta no retorno do suíço no próximo ano. “Não ficaria surpreso em vê-lo novamente em 2021. Por causa de seu talento, ele conseguiu ir mais longe que os demais, pois quando era mais novo, raramente saia suado de quadra. Se não pudermos mais ver Roger em uma quadra de tênis será uma grande pena”, finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva