Notícias | Dia a dia
WTA propõe calendário cheio para as jogadoras
09/06/2020 às 14h04

Pela proposta, circuito feminino pode ser retomado em Charleston

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Enquanto não há definição sobre quando e como as competições oficiais serão restabelecidas, a WTA propôs uma reforma no calendário que prevê muitos torneios importantes em curto espaço de tempo. As competições estão suspensas até 31 de julho e a ideia é manter Roland Garros, US Open e o WTA Finals, além de outros eventos no saibro europeu e na temporada asiática.

Quem divulgou o esboço de calendário enviado pela entidade às jogadoras foi a belga Alison Van Uytvanck, 57ª do ranking. Ela publicou no Twitter uma foto do e-mail que recebeu da WTA, mas apagou a publicação horas depois. Mesmo assim, as imagens acabaram circulando facilmente pelas redes sociais.

Circuito pode ser retomado em Charleston e Palermo
Pela proposta da WTA, o circuito seria retomado no dia 3 de agosto. Nessa data teriam início o Premier de Charleston, nos Estados Unidos, e também o torneio de Palermo, no saibro italiano. Na sequência, o circuito seguiria para Washington e Praga. O primeiro grande torneio seria o Premier 5 de Cincinnati, que começaria no dia 17 de agosto. Lembrando que existe a chance desse evento mudar de sede e ser transferido para Nova York.

O qualificatório do US Open começaria no dia 24 de agosto, juntamente com outro torneio da WTA em local a definir. Para uma semana depois, está previsto o início do Grand Slam nova-iorquino.

Logo depois do US Open, uma forte temporada de saibro teria início: O Premier Mandatory de Madri começaria em 14 de setembro. Logo depois, aconteceria o Premier 5 de Roma, a partir do dia 21. Paralelamente, seriam disputados torneios da WTA em Istambul e Estrasburgo, além do quali de Roland Garros. Nesse cenário, o Grand Slam francês teria seu início adiado em mais uma semana, e iria de 27 de setembro a 10 de outubro.

Durante a segunda semana de Roland Garros, já começariam os torneios asiáticos em Seul e Tianjin. Já no dia 12 de outubro, o Premier de Pequim daria a largada. Uma semana depois, outro grande torneio na China, desta vez em Wuhan. Nas duas semanas seguintes, as atletas teriam a opção de permanecer na Ásia (Zhengzhou e Tóquio) ou jogar na Europa (em Linz e Moscou). O WTA Finals, em Shenzhen, começaria em 9 de novembro e o Elite Trophy, em Zhuhai, a partir do dia 16.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva