Notícias | Dia a dia
Após zebra, Thiem elogia o trabalho de Massú
09/06/2020 às 08h42

Viena (Áustria) - A semana não começou bem para o austríaco Dominic Thiem, que foi surpreendido pelo compatriota Sebastian Ofner, atual 163 do mundo, em exibição realizada em Viena nesta segunda-feira. O vice-campeão do Australian Open caiu em três sets, com parciais de 6/7 (4-7), 7/6 (7-2) e 4/6, após 2h49 de batalha.

Em entrevista ao Tennishead, o terceiro colocado no ranking comentou os motivos que o levaram a trocar o técnico Gunter Bresnik. "Acho que foi necessária uma mudança. Tive um incrível sucesso e carreira com meu ex-treinador, mas houve um momento em que pensei que precisava de algo novo. Precisava melhorar minha personalidade e melhorar meu jogo em quadra", contou Thiem.

"Testei a parceria com Nico e o primeiro torneio em que participamos foi em Indian Wells, onde levantei meu primeiro Masters 1.000, então imediatamente vi que foi uma boa decisão. Percebi que ele trouxe coisas muito boas para o meu jogo e que eu era capaz de melhorar meu jogo e tomar as decisões corretas", disse o austríaco sobre o chileno Nicolas Massú.

O tenista ainda destacou a boa conexão com o novo treinador. “Existe uma ótima química entre ele e eu. Ele é um cara legal, com uma personalidade muito boa. Estou feliz por estar com ele e espero que os bons tempos venham no futuro", finalizou Thiem.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva