Notícias | Dia a dia
WTA que aconteceria em outubro já é cancelado
05/06/2020 às 14h02

Jelena Ostapenko foi a campeã do torneio de Luxemburgo no ano passado

Foto: Arquivo

Luxemburgo (Luxemburgo) - Com grande antecedência, a organização do WTA de Luxemburgo já cancelou o torneio que estava marcado para acontecer entre os dias 19 e 25 de outubro, por conta da pandemia da Covid-19. Ainda que muitos países da Europa estejam flexibilizando as restrições de isolamento, os organizadores do evento acreditam que não conseguiriam cumprir o rígido protocolo que a WTA irá exigir quando o circuito for retomado. Lembrando que todas as competições oficiais estão suspensas até 31 de julho.

"A crise sanitária provocada pela Covid-19 colocou todos nós em uma situação única nas últimas semanas", diz a nota oficial, assinada pela diretora do torneio, Danielle Maas. "Com profundo pesar, informamos que as recomendações relativas às novas regras da WTA para a edição de 2020 não nos permitem organizar o torneio deste ano".

"Os regulamentos relativos à segurança e higiene nos impossibilitam a realização de um evento que atenda a essas condições", acrescentaram os organizadores do torneio, realizado em quadras duras e cobertas. "Portanto, somos forçados a adiar a edição do 25º aniversário do torneio da WTA de Luxemburgo para 2021. Nossos esforços não foram em vão. Por isso, estamos cheios de motivação e esperamos que, no próximo ano, possamos organizar uma edição de sucesso".

A edição passada do WTA de Luxemburgo foi vencida pela letã Jelena Ostapenko. Apesar de contar com uma estrutura simples, em comparação a outros eventos do mesmo porte e de ser disputado às vésperas do WTA Finals, o torneio tem um histórico de campeãs bastante respeitável. Só a belga Kim Clijsters tem cinco títulos. Além dela, Venus Williams, Caroline Wozniacki, Victoria Azarenka, Mary Pierce e Jennifer Capriati já venceram o torneio.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva