Notícias | Dia a dia
Especial: os grandes feitos de Lendl, Borg e McEnroe
04/06/2020 às 07h49

Ivan Lendl chegou a oito finais seguidas no US Open e conquistou três desses títulos

Foto: Arquivo
José Nilton Dalcim

Cada um deles teve uma especialidade maior, mas todos foram campeões excepcionais.

Ivan Lendl, que jogou a maior parte da carreira como tcheco e depois se naturalizou norte-americano, começou como jogador de saibro mas conseguiu feitos incríveis na quadra dura - oito finais seguidas no US Open - e até mesmo no carpete, com nove decisões feitas no ATP Finals. Sua lista de recordes no tênis profissional merece respeito.

Bjorn Borg também primou pela versatilidade. O sueco foi quem menos perdeu games num título de Slam, no saibro de Paris, e tem ao mesmo tempo a maior série invicta num Slam, desta vez sobre a veloz grama de Wimbledon. Seu auge o tornou quase perfeito e lhe deu várias marcas de invencibilidade que ainda estão de pé.

Por fim, o canhoto John McEnroe tirou o máximo do veloz piso de carpete, mas o norte-americano também foi o tenista que mais vezes atingiu o número 1.

Veja os recordes mais relevantes desses três dos maiores nomes do tênis:

Ivan Lendl
- Maior sequência de títulos de Masters: 7 (1988-89)
- Maior sequência de finais num mesmo Slam: 8 (US Open de 1982-89)
- Um de sete tenistas a atingir semi em todos os Slam de uma mesma temporada (1987, com Laver, Roche, Federer, Nadal, Murray e Djokovic)
- Mais anos consecutivos com ao menos uma final de Slam disputada: 11 (1981-91, com Sampras)
- Maior sequência de finais disputadas no ATP Finals: 9 (1980-1988)
- Maior série invicta no ATP FInals: 15 (1985-88)
- Maior diversidade de títulos de Masters: 11
- Maior série invicta em Masters: 39 (1988-90)
- Maior sequência de finais disputadas: 18 (1981-82)
- Maior sequência de finais disputadas no carpete: 18 (1983-86)
- Mais finais no carpete numa única temporada: 11 (1982)
- Maior sequência de semifinais: 20 (1985-86)
- Único a ganhar um ATP FInals sem perder sets em cinco jogos (1982)
- Tenista com mais títulos vencidos sem perder set: 28
- Melhor percentual de vitórias em melhor de três sets: 82,3%
- Mais semanas seguidas no top 3: 465

Bjorn Borg
- Mais títulos seguidos num mesmo Grand Slam: 5 (Wimbledon), com Federer e Nadal
- Mais Grand Slam vencidos sem perder set: 3 (com Nadal)
- Menor número de games perdidos rumo a um título de Grand Slam: 32 (Roland Garros-1978)
- Melhor percentual de vitórias em torneios de Grand Slam: 89,8%
- Melhor percentual contra top 5: 71,6%
- Melhor percentual contra top 10: 71,7%
- Maior série invicta: 49 (1978)
- Maior série invicta na Copa Davis: 29 (1973), com Nadal
- Maior série invicta em melhor de 3 sets: 52 (1979-80)
- Maior série invicta em melhor de 5 sets: 43 (1977-78)
- Maior série invicta sobre top 5: 16 (1979-80)
- Maior série invicta num mesmo Slam: 41 (Wimbledon)
- Maior sequência de títulos conquistados: 10 (1979-80)

John McEnroe
- Mais títulos no carpete: 43
- Mais finais no carpete: 57
- Mais finais de Masters no carpete: 13
- Maior sequência de títulos no carpete: 13 (1983-85)
- Mais jogos feitos no carpete: 414
- Mais jogos vencidos no carpete: 350
- Maior série invicta no carpete: 65 (1983-85)
- Maior diversidade de títulos em ATP 500: 15 (com Laver)
- Mais jovem campeão do ATP Finals: 19 anos, 10 meses e 22 dias (1978)
- Mais vezes atingido o número 1: 14

Veja também:
Recordes de Djokovic sobem
Os grandes feitos dentro de uma temporada

Os 80 maiores recordes de Federer

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva