Notícias | Dia a dia
Gauff incentiva os fãs a agir além das redes sociais
03/06/2020 às 16h33

Delray Beach (EUA) - A jovem norte-americana de 16 anos Coco Gauff voltou a se posicionar contra o racismo em meio à onda de protestos nos Estados Unidos. A jogadora, que ocupa o 52º lugar no ranking da WTA, deu dica de como os fãs podem contribuir para a causa fora das redes sociais.

Entre as ações defendidas por Gauff estão o incentivo ao voto, que não é obrigatório nos Estados Unidos, além de escrever cartas para autoridades, assinar petições e fazer doações em dinheiro que angariem recursos para a causa e ajudem os manifestantes que estão nas ruas.

O estopim para uma nova onda de manifestações contra o racismo foi a morte de George Floyd, asfixiado por policial branco durante abordagem em Minneapolis. O caso, ocorrido na semana passada, causou revolta em várias partes do país e ganhou repercussão internacional. Outras personalidades do tênis como Serena Williams, Naomi Osaka, Frances Tiafoe, Gael Monfils, Felix Auger-Aliassime e a dirigente Katrina Adams também se posicionaram.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva