Notícias | Dia a dia
ATP adia decisão sobre torneios norte-americanos
02/06/2020 às 08h45

Masters 1000 de Toronto é um dos torneios que segue com sua disputa em dúvida

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - A tão esperada definição sobre os torneios norte-americanos realizados em agosto, que servem de preparação para o US Open, acabou sendo adiada pela ATP. A entidade havia prometido divulgar uma decisão até a última segunda-feira, mas acabou adiando tudo em 15 dias.

Com isso seguem as dúvidas sobre os Masters 1000 de Toronto e Cincinnati, o ATP 500 de Washington e o ATP 250 de Winston-Salem. Também ainda não há qualquer definição sobre a possível temporada de saibro antes de Roland Garros, que foi adiado para o final de setembro.

Os dirigentes dos Masters 1000 de Madri e Roma têm mostrado otimismo sobre a realização dos torneios ainda em 2020 e contam até com um adiamento em mais uma semana do Grand Slam francês, começando no dia 27 de setembro ao invés do dia 20 de setembro.

Dono da data do WTA de Jurmala , na Letônia, Alexander Ostrovsky afirmou que os torneios norte-americanos acreditam que ainda possam ser realizados, ainda que com todos os protocolos de saúde e sem público.

"Alguns dos organizadores dos eventos de quadra dura nos Estados Unidos desejam jogar suas competições, mesmo que seja sem torcida. O problema é que muitas fronteiras estão sendo fechadas", disse Ostrovsky para o Kommersant.

O dirigente, que é russo, inclusive não se mostra muito otimista quanto aos torneios nos EUA e nem ao US Open. "Na minha opinião, o cenário mais otimista deste ano é que um único Grand Slam seja jogado em Roland Garros, cujo início foi adiado para a segunda quinzena de setembro".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva