Notícias | Dia a dia
Aliassime conta episódio de racismo vivido por seu pai
31/05/2020 às 14h24
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

I truly hope recent events will lead us steps closer to equal treatment around the world 🙏🏽 . Je m’excuse d’avance que ce message soit seulement en anglais mais c’est dans le but de toucher un plus grand nombre de personnes. Bon dimanche à tous 😌

Uma publicação compartilhada por Félix Auger-Aliassime (@felixaliassime) em

Québec (Canadá) - Em um momento de reflexão sobre a igualdade de raça, depois da série de protestos nos Estados Unidos por causa da morte do segurança negro George Floyd durante uma abordagem policial em Minneapolis, o canadense Felix Auger-Aliassime usou as redes sociais para expor uma situação desagradável que aconteceu em sua própria família.

“Realmente espero que os eventos recentes nos levem a dar um passo a mais rumo à igualdade ao redor do mundo. Peço desculpas antecipadamente por esta mensagem ser apenas em inglês, mas se destina a alcançar mais pessoas. Bom domingo a todos”, escreveu o canadense de apenas 19 anos e atual 20 do mundo.

No vídeo, Aliassime compartilhou uma história pessoal quando seu pai foi preso pela polícia pelo simples fato de ser um negro (bem-sucedido) dirigindo um Mercedes caro. Eventualmente, tudo acabou sem violência, mas isso deixou uma lembrança ruim para o tenista.

Criado por sua mãe Maria, que é franco-canadense e seu pai Sam, do Togo, o jovem cresceu em um subúrbio da cidade de Québec, um lugar onde tinha liberdade de expressão. Felix revelou que se sente chateado quando outras pessoas não têm o mesmo privilégio e, portanto, ficou chocado com o que está acontecendo nos EUA.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva