Notícias | Dia a dia
Bartoli e Rubin criticam posição de Djoko sobre vacinas
26/05/2020 às 11h57

Miami (EUA) - Ainda repercute a posição do sérvio Novak Djokovic, que se opôs à vacinação obrigatória. Desta vez foi a francesa Marion Bartoli e o norte-americano Noah Rubin que dispararam contra a ideia defendida pelo atual número 1 do mundo, se unindo a outros criticos como o espanhol Rafael Nadal e o norte-americano Andy Roddick.

“Você pode ter a crença pessoal do que deseja, mas isso afeta muitas pessoas e o que você faz influenciará outras, não apenas no nível de opinião, mas no vestiário. Todos nós vamos ser vacinados e compartilhar o vestiário com alguém quem não quer ser?", questionou o norte-americano de acordo com o Tennis Majors.

Campeã de Wimbledon em 2013, Baroli também não poupou o sérvio. “Você precisa pensar na humanidade e em seus parceiros de circuito. Desta vez, deve deixar de lado suas crenças pessoais para o bem comum”, pontuou a francesa.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva