Notícias | Dia a dia
Pietrangeli tem salário suspenso na Itália e reclama
24/05/2020 às 11h07

Nicola Pietrangeli, aos 87 anos, se diz magoado com a falta de contato da Federação Italiana

Foto: Arquivo

Roma (Itália) - Aos 86 anos e considerado um dos mais maiores tenistas da Itália em todos os tempos, Nicola Pietrangeli está sem salário. Desde março, a Federação local suspendeu o contrato de todos os colaboradores devido às dificuldades financeiras causadas pela pandemia de covid-19.

"No dia 10 de março, o presidente da Federação, Angelo Binaghi, me ligou e disse que todos os salários dos colaboradores externos seriam suspensos", conta o bicampeão de Roland Garros e recordista de jogos e vitórias da Copa Davis.

"Descobri depois que essa medida não atingiu outros esportes, apenas o tênis, e fiquei pensando se uma pessoa da minha idade não deveria receber um pagamento decente", argumentou Pietrangeli. "Ganhei muita fama, mas pouco dinheiro com o tênis. Quando venci Paris, recebi 150 dólares ao contrário dos milhões de euros de hoje".

O veterano herói das quadras italianas reclama da falta de atenção: "Nunca mais recebi qualquer ligação de Binaghi, a quem conheci quando ele ainda era um garoto. Se eles não me querem mais, ao menos tivessem avisado seis meses antes".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva