Notícias | Outros
Com cautela, tênis é liberado em 32 países europeus
11/05/2020 às 19h35

Paris (França) - Ainda com uma série de restrições de segurança, o tênis está sendo retomado aos poucos na Europa, conforme alguns países vão reabrindo suas instalações esportivas e flexibilizando as restrições à circulação de pessoas. Ao todo, já são 32 países que permitem a prática do esporte, desde que algumas medidas de segurança sejam obedecidas.

Nesta segunda-feira, a prática do tênis passou a ser liberada na França, Mônaco, Suíça, Luxemburgo e em partes da Espanha. Países como Portugal, Alemanha, Grécia, Holanda e República Tcheca também contam com diretrizes para que o esporte seja retomado. Na Itália, país bastante afetado pela pandemia da Covid-19, o tênis é permitido nas regiões da Sicília e Sardenha.

Em países do Reino Unido, como a Inglaterra e a Irlanda, o retorno do tênis social está marcado para a próxima quarta-feira, dia 13 de maio. Já em locais como a Rússia, Turquia e Romênia não há data para reabertura das quadras.

A Tennis Europe tem divulgado relatórios diários em seu site sobre o número de países em que o tênis é permitido e quais são as orientações de segurança. A página é constantemente atualizada, pois as federações nacionais de tênis permitem gradualmente um retorno às quadras após a pandemia.

A entidade administra o circuito juvenil no continente e o CEO Thomas Hammerl explicou o que precisa ser feito para que as competições sejam retomadas. "Nosso foco é reiniciar nosso circuito juvenil o mais rápido possível. Para isso, precisamos de três 'luzes verdes': Da ITF, com os torneios profissionais retornando. Depois as quadras precisariam ser reabertas e as competições permitidas em todos os países membros, além de as restrições de viagem serem normalizadas em toda a Europa".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva