Notícias | Dia a dia
Djokovic defende que água poluída se torna curativa
10/05/2020 às 10h29

Miami (EUA) - Aproveitando a pausa no circuito para fazer ‘lives’ no Instagram, o sérvio Novak Djokovic tem mostrado melhor ao público suas convicções e tem sido duramente criticado por elas. Primeiro ele falou ser contrário à vacinação obrigatória e nesta semana foi a vez de defender a ideia de que a água mais poluída pode se transformar na mais curativa, conforme destacou o Tennis.com.

“Conheço algumas pessoas que, através de transformação energética, através do poder da oração, através do poder da gratidão, conseguiram transformar os alimentos mais tóxicos, ou talvez a água mais poluída, na água mais curativa, porque a água reage. Cientistas provaram em experimentos que moléculas na água reagem às nossas emoções e ao que foi dito”, falou Djokovic.

Embora tenha declarado pela primeira vez que ‘isso é algo que não está vinculado a nenhuma forma oficial de apresentação da nutrição’, o sérvio não deixou de defender sua crença.

Ex-tenista profissional e atual comentarista do Tennis Channel, a norte-americana Mary Carillo questionou a atitude do sérvio. "Acho isso particularmente perigoso. Estou muito preocupada em ver que Djokovic e esse outro cara estejam dizendo que você pode mudar água tóxica para água potável", disse Carillo, mencionando o convidado do número 1 na transmissão, o corretor de imóveis sem licença médica Chervin Jafarieh.

O jornalista australiano Simon Briggs pegou mais pesado e detonou o sérvio em coluna no Sydney Morning Herald, afirmando que ‘As opiniões de Djokovic são tóxicas para o tênis’.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva