Notícias | Dia a dia
Nalbandian fez história contra o Big 3 em Madri
09/05/2020 às 11h38
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ATP Tour (@atptour) em

Madri (Espanha) - Em um fim de semana em que seria disputada a reta final do Masters 1000 de Madri, com a final marcada para domingo dia 10 de maio, um feito até então inédito no circuito foi relembrado pela ATP: o titulo conquistado pelo argentino David Nalbandian em 2007, quando se tornou o único até então a bater os três integrantes do Big 3 em um mesmo torneio.

Naquela época o torneio era um pouco diferente do atual: era realizado em outubro e disputado em piso duro. Mesmo não figurando entre os cabeças de chave, Nalbandian mostrou estar em uma semana inspirada abrindo campanha com viradas para cima do francês Arnaud Clement, na estreia, e sobre o tcheco Tomas Berdych, na segunda rodada.

Nas oitavas ele deixou pelo caminho o argentino Juan Martin del Potro e então teve pela frente uma sequência duríssima, iniciada com um confronto com o atleta da casa Rafael Nadal, nas quartas, vencido com incrível placar de 6/1 e 6/2.

A semifinal foi diante do sérvio Novak Djokovic, que não conseguiu tirar um set sequer de Nalbandian, caindo com placar final de 6/4 e 7/6 (7-4). O então número 1 do mundo Roger Federer foi o rival na decisão. O suíço levou o primeiro set, mas veio então a reação do argentino, que fechou o jogo com parciais de 1/6, 6/3 e 6/3.

“Quando você derrota Nadal e Djokovic consecutivamente e chega em uma final, não dá para estar mais confiante. É uma pena não ter conseguido pará-lo naquela final”, contou Federer, que inclusive foi cutucado por seu algoz naquela decisão em Madri. Em uma ‘live’ no Instagram, o argentino falou que revés do suíço era limitado no começo da carreira.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva