Notícias | Dia a dia
Longevidade de Federer motiva mais Wawrinka
07/05/2020 às 13h18

Lausanne (Suíça) - Um dos maiores nomes da história do tênis, o suíço Roger Federer segue mostrando um grande desempenho mesmo já com seus 38 anos e serve de exemplo para muita gente. Um dos que se motivam com a longevidade do atual número 4 do mundo é o compatriota Stan Wawrinka.

“Se eu puder estar no meu melhor nível até os 40, será incrível. Mas quando assistimos Roger Federer, nunca dizemos que podemos fazer o mesmo. Enfim, ele está em um outro patamar. A vantagem de vê-lo jogar tão bem e por tanto tempo significa que é possível aguentar fisicamente”, afirmou o suíço.

“Então, de fato, ele está abrindo algumas portas também em relação ao lado mental. Agora dá para imaginar que talvez eu possa jogar mais”, declarou o tenista de 35 anos e atual 17 do mundo, que nesta temporada fez semi no ATP de Doha, quartas no Australian Open e no ATP de Acapulco.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva