Notícias | Dia a dia
Stakhovsky dispara contra fala do diretor de Xangai
07/05/2020 às 09h45

Kiev (Ucrânia) - Mais uma polêmica surgiu nesses tempos de pandemia, isolamento social e paralisação do circuito. Uma declaração dada por Michael Luevano , diretor do Masters 1000 de Xangai não pegou muito bem e foi duramente criticada pelo ucraniano Sergiy Stakhovsky, que disparou contra o dirigente através das redes sociais.

Em entrevista ao Tennis Majors, o diretor do torneio chinês se posicionou sobre a ajuda aos tenistas de menor ranking. “Esse é um esporte individual, e em nossa estrutura é como se fossem contratados individualmente. Com o meu coração, eu diria absolutamente que sou a favor, mas não como uma pessoa de negócios”, pontuou Luevano.

“Por exemplo, se eu fosse um empreendedor, abrisse uma empresa e tentasse por anos, mas não conseguisse atingir um nível superior, ninguém me resgataria. Temos que ser realistas, mas meu coração ainda está com os jogadores de nível mais baixo”, concluiu o dirigente.

Ao ficar sabendo do assunto, primeiro Stakhovsky fez uma indagação. “Alguém pode conseguir a entrevista completa de Michael Luevano? Porque eu realmente gostaria de ler direito sua afirmação sobre a ajuda para os tenistas de menor ranking, colocando a culpa neles próprios”, começou o ucraniano, que acabou tendo acesso à fala do diretor de Xangai e então completou.

“Tenho muito a dizer. Isso apenas mostra o quão o lado comercial da ATP não tem consideração em relação ao esporte e ao jogo de tênis. Infelizmente, pessoas assim têm um impacto significativo no circuito”, reclamou o ucraniano de 34 anos e atual 169 do mundo.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva