Notícias | Dia a dia
Para Soderling, Nadal continua favorito em Paris
01/05/2020 às 17h15

Soderling derrotou Nadal em 2009 e perdeu a final de 2010 para o espanhol em Roland Garros

Foto: Arquivo

Paris (França) - Duas vezes finalista em Roland Garros, o sueco Robin Soderling falou sobre suas perspectivas para o Grand Slam francês. Apesar de a competição deste ano ter sido transferida para o segundo semestre, entre 20 de setembro e 4 de outubro, e acontecendo logo depois do US Open, Soderling acredita que o favoritismo de Rafael Nadal segue inalterado e que o espanhol tem grandes chances de vencer a competição pela 13ª vez na carreira.

"É claro que será um torneio completamente diferente, mas Rafa ainda será o favorito no saibro, se ele estiver saudável, não importa se é em junho ou setembro ", disse Soderling em entrevista à Sky Sports. "Há alguns outros jogadores que podem vencer o torneio. Acho que [Dominic] Thiem e [Novak] Djokovic jogam muito bem no saibro, mas é incrível ver Rafa como o favorito novamente"

Soderling foi o primeiro homem a derrotar Nadal em Roland Garros, no ano de 2009, quando o espanhol já era tetracampeão em Paris, mas perdeu a decisão para Roger Federer. No ano seguinte, o sueco eliminou o suíço e foi novamente vice, superado por Nadal. "Não acredito que já se passaram 11 anos desde que eu o venci em Roland Garros, mas isso mostra como ele tem sido bom por tanto tempo. Ele ganhou seu primeiro título em 2005 e continua favorito, o que é incrível".

Soderling também acredita que Nadal e o Djokovic irão superar a marca de 20 títulos de Grand Slam de Roger Federer. O espanhol está com 19 conquistas, enquanto o sérvio venceu 17 torneios deste porte. "É mais provável que o Rafa ganhe um Grand Slam neste ano ou no próximo ano que o Roger. É claro que ele [Federer] ainda pode vencer, mas quando todos estiverem aposentados, acredito que será Nadal ou Djokovic quem terminará com o maior número de títulos de Grand Slam".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva