Notícias | Dia a dia
Pausa no circuito deve ser prorrogada até agosto
26/04/2020 às 09h33

Cincinnati pode ser o único grande torneio preparatório para o US Open

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - A suspensão de todas as competições do circuito profissional poderá ser novamente prorrogada. O diário espanhol Marca publicou na manhã deste domingo que é pouco provável que o tênis seja retomado no dia 13 de julho, data já estabelecida para o retorno às competições, e que a paralisação do circuito deverá ser prolongada até o dia 3 de agosto.

De acordo com o Marca, foram realizadas reuniões entre dirigentes nas últimas semanas e foi determinado que não há condições de realizar qualquer torneio até agosto, por conta da pandemia da Covid-19 e do risco de transmissão do novo coronavírus.

Os torneios que acontecem no saibro durante o segundo semestre estariam entre os afetados pelo aumento no período de suspensão do circuito. Estariam suspensos os ATPs de Hamburgo, Bastad, Gstaad, Umag e Kitzbuhel, além dos WTA de Bucareste, Lausanne, Palermo, Jurmala e Karlsruhe. Outros torneios da ATP como Newport (grama), Los Cabos e Atlanta (piso duro) também seriam cancelados.

Com a volta ao circuito em 3 de agosto, os primeiros torneios seriam em Washington, que recebe um ATP 500 e um WTA International e também o WTA Premier de San José. Mas o diário espanhol afirma que o evento na capital norte-americana também estaria ameaçado. Lembrando que logo depois aconteceriam os dois torneios do Canadá, mas o Premier de Montréal já foi cancelado por determinação das autoridades locais, e o Masters 1000 de Toronto corre risco.

Nesse cenário, há a esperança de que o primeiro grande torneio seja em Cincinnati, a partir de 17 de agosto. O torneio serviria como o único evento preparatório para o US Open, que segue marcado para começar no dia 31 de agosto. O mesmo jornal já havia divulgado na última semana que há possibilidade de o Grand Slam norte-americano ser excepcionalmente disputado em Indian Wells, por conta do avanço da doença no estado de Nova York.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva