Notícias | Dia a dia
Cancelamento de Montréal preocupa federação
15/04/2020 às 08h56

Montréal (Canadá) - Embora ainda sigam de pé os eventos preparatórios para o US Open, um deles já foi cancelado. Por causa das medidas de restrição de aglomerações impostas pelo governo do estado de Quebec, o Premier de Montréal deste ano não acontecerá. Resta a dúvida se o mesmo acontecerá com o Masters 1000, que em 2020 será realizado em Toronto.

O presidente da Federação Canadense de Tênis se mostrou muito preocupado com a situação. “A semana da Rogers Cup representa 94% do faturamento revertido para o desenvolvimento do tênis em nosso país", explicou Michael Downey em uma entrevista para a TSN, avisando também que o torneio masculino pode seguir o mesmo destino.

“É evidente que o evento está claramente em risco. Colocamos mais de 25.000 pessoas no mesmo espaço e isso é impensável. Não sabemos qual será a situação do vírus em alguns meses, mas mantemos a esperança”, acrescentou o presidente, que vê com preocupação a situação financeira da federação.

Downey disse já terem cortado uma boa parte dos eventos nacionais e prevê ainda muitos mais. “Estamos cientes de que haverá uma reestruturação da força de trabalho em nossa organização, haverá muitas pessoas que ficarão sem emprego, especialmente no caso de o evento de Toronto também ser cancelado”, lamentou.

“Somos uma das federações mais autossuficientes do mundo, já que quase não temos ajuda do governo, mas essa situação deixa em uma posição de tremenda vulnerabilidade”, complementou o mandatário canadense.

Quem também se pronunciou sobre o cancelamento de Montréal foi a estrela local Bianca Andreescu, campeã no ano passado em Toronto. “Tudo isso vai acabar bem, fique em casa e economize seu dinheiro para comprar ingressos para o torneio de 2021. Estarei pronta para dar um show lá”, falou a tenista canadense.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva