Notícias | Dia a dia
Berrettini: 'Federer é ídolo, mas Djoko é mais duro'
10/04/2020 às 09h56

Miami (EUA) - Mais uma vez o italiano Matteo Berrettini não escondeu sua idolatria pelo suíço Roger Federer, mas agora ele também colocou os outros dois nomes do Big 3 em suas considerações e revelou, em entrevista ao site Ubittenis, que atualmente é o sérvio Novak Djokovic o rival mais difícil de se enfrentar no circuito.

“O que joga Federer é puro tênis e não há mais o que comentar. Ele pode fazer o que quiser na quadra, faz tudo parecer fácil, tem esse esporte no sangue. É meu grande ídolo e posso passar dois anos seguidos falando sobre ele”, destacou o número 8 do mundo, que em seguida falou sobre o atual líder do ranking.

"É uma verdadeira máquina, para mim o rival mais difícil que você pode enfrentar. Seu revés é incrível, a devolução é magnífica e não deixa você jogar. Em Londres, lembro de ter colocado 70% dos meus primeiros saques em quadra no segundo set mesmo assim perdi por 6/1”, contou o italiano de 23 anos.

Berrettini também colocou o espanhol Rafael Nadal em sua análise. “A intensidade dele é incrível, nunca vi nada parecido com ele. Não importa a pontuação, transmite a sensação de que, mesmo se você estiver vencendo por 5/0, ele irá ganhar no fim”, observou o italiano, que está na Flórida com a namorada Alja Tomljanovic.

Comentários
Loja - livros
Calhau