Notícias | Dia a dia
Kerber defende retorno em torneios sem público
09/04/2020 às 08h49

Stuttgart (Alemanha) - Suspenso pelo menos até o dia 13 de julho, o circuito mundial de tênis pode sofrer ainda mais. Por enquanto já foram duas as revisões depois da primeira grande paralisação e por isso os envolvidos já começam a pensar em sugestões para tentar retomar as atividades o mais breve possível.

Para a ex-número 1 do mundo Angelique Kerber, uma solução a ser tomada visando acelerar o retorno das jogadoras às competições é fazer torneios com portas fechadas.”As partidas de tênis sem público são, sem dúvida, o oposto do ideal, mas estamos falando em procurar uma saída para que possamos retornar gradualmente à normalidade”, disse a alemã.

“Teremos que pensar em diferentes cenários, algo que em outros momentos pareceria muito estranho. Acho difícil definir uma data específica para quando será possível retornar à normalidade”, acrescentou a tenista de 32 anos e atual 21 do mundo.

Apesar da tristeza, Kerber apoiou o cancelamento da edição deste ano de Wimbledon por causa do surto de cornonavírus. Ela escreveu uma mensagem longa em seus perfis no Twitter e Instagram comentando não apenas a decisão sobre o Grand Slam britânico, mas também sobre o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que ficarão para 2021.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva