Notícias | Dia a dia
Bruno destaca os 5 melhores jogos da carreira
10/04/2020 às 15h48

Seguindo a série de reportagens especiais em que os principais tenistas brasileiros relembram os cinco jogos que consideram mais marcantes em suas carreiras, nesta sexta-feira foi a vez do mineiro Bruno Soares elencar as partidas que guarda com mais carinho. Os dois títulos de Grand Slam não poderiam faltar, mas também vieram juntas lembranças de duelos incríveis com os irmãos Bryan.

Dupla mais vencedora da história da ATP, os gêmeos norte-americanos Bob e Mike aparecem em duas das vitórias mais marcantes da carreira de Bruno, ambas ao lado do conterrâneo Marcelo Melo, uma delas dentro dos Estados Unidos pela Copa Davis e outra no saibro de Roland Garros.

+ Larri Passos indica os 5 maiores jogos de Guga
+ Meligeni destaca 5 maiores vitórias da carreira
+ Bellucci escolhe suas 5 melhores partidas

+ Koch elege melhores jogos da incrível carreira

Veja como ficou a lista de Bruno.

1. Vitória sobre os Bryans na Copa Davis (2013)

Acho que foi o melhor jogo da minha carreira, um jogaço meu e do Marcelo, vencendo os Bryan na casa deles em cinco sets. Eles vinham com um recorde incrível em Copa Davis, acho que 22 jogos sem perder. Foi especial por estar representando o Brasil e tudo mais que a Davis traz.

* Bruno Soares/Marcelo Melo (BRA) v. Bob Bryan/Mike Bryan (EUA), 7/6(6) 6/7(7) 6/4 3/6 6/3

2. Final do US Open (2016)

Apesar de não ter sido meu primeiro Grand Slam, foi um jogo incrível nosso. Fomos quase que perfeitos do começo ao fim. E só falo quase perfeito porque jogamos um primeiro game um pouco nervoso e saímos perdendo o saque do Jamie, mas depois daquilo ali fomos muito sólidos e vencemos por 6/2 e 6/3.

* Bruno Soares (BRA)/Jamie Murray (GBR) v. Pablo Carreño/Guillermo Garcia-Lopez (ESP), 6/2 6/3

3. Final do Australian Open (2016)

Muito pela forma como veio a vitória, novamente foi um jogo em que começamos nervosos, não jogando nosso melhor e os caras jogando muito bem. Acabamos perdendo o primeiro set fácil, mas ficamos firmes de cabeça, fomos melhorando a passamos a jogar bem. Acabamos ganhando um jogaço no terceiro set.

* Bruno Soares (BRA)/Jamie Murray (GBR) v. Daniel Nestor (CAN)/Radek Stepanek (TCH), 2/6 6/4 7/5

4. Vitória sobre os Bryan em Roland Garros (2010)

Ganhar deles é sempre especial, ainda mais porque essa foi a primeira vez que consegui isso. Foi outro jogo muito bom, lembro que não sofremos nenhum break-point contra, fomos muito firmes.

* Bruno Soares/Marcelo Melo (BRA) v. Bob Bryan/Mike Bryan (EUA), 6/3 7/6(6) - segunda rodada

5. Quartas de final Roland Garros (2008)

Entramos de alternate, acabamos ganhando de Bjorkman e Ullyett numa grande partida, na qual estava muito inspirado e jogando muito. Foi um dos jogos que me lançou para o mundo, talvez esse desempenho tenha sido um dos motivos que me fez jogar com o Ullyett depois. Fiquei muito empolgado com a vitória.

* Bruno Soares (BRA)/Dusan Vemic (SER) v. Jonas Bjorkman (SUE)/Kevin Ullyett (ZIM), 7/5 6/3

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva