Notícias | Dia a dia
Haase: 'Djokovic faz você sentir que é um amador'
08/04/2020 às 09h33

Roterdã (Holanda) - Atual 170 do mundo ex-número 33 do ranking, o holandês Robin Haase falou um pouco sobre o momento atual para o podcast de Tennis with an Accent. Ele criticou a decisão unilateral de Roland Garros de mudar a data do torneio, principalmente pela forma como foi feita, e elogiou bastante o sérvio Novak Djokovic, que considera o jogador mais difícil de se enfrentar.

“Ele faz você sentir que é um jogador amador, é muito difícil jogar contra ele. Eu nunca estive perto sequer de ganhar um set contra ele; com os demais já venci sets e partidas. Djokovic não tem fraqueza. Contra outros tenistas sinto que, às vezes, posso causar algum dano no meu saque, mas contra ele não tenho ideia sobre como obter algum tipo de vantagem”, disse o holandês.

O histórico entre o holandês e o sérvio tem três confrontos, o mais recente deles em 2012, quando Djokovic derrubou o rival nas quartas de final do Masters 1000 de Monte Carlo com placar de 6/4 e 6/2. Os outros dois duelos foram em 2010, o primeiro deles no US Open, com vitória de 6/2, 6/1 e 6/3 de ‘Nole’, que repetiu a dose no ATP da Basileia ao marcar placar final de 6/2 e 6/3.

Haase também comentou a mudança de data do Grand Slam francês. “Fiquei bastante surpreso e um pouco chocado. Tem o lado positivo, que é o fato deles ainda pretenderem realizar o evento, mas acho que que na situação em que estamos, com todos os afetados, uma das coisas mais importantes é a comunicação. Acho que foram um pouco egoístas, não gostei do como trataram tudo isso”, finalizou.

Comentários
Loja - livros
Calhau