Notícias | Dia a dia
Russa manda técnico embora e ainda solta farpas
29/03/2020 às 18h30

Moscou (Rússia) - Não terminou nada bem a parceria de Anastasia Pavlyuchenkova com o treinador Sam Sumyk. Ao revelar o rompimento com o técnico, em entrevista ao Kommersant, a russa não poupou críticas e chegou a culpá-lo por uma lesão que teve no quadril, além de deixar no ar uma certa arrogância do treinador.

“Minha lesão no quadril foi causada por um erro do meu treinador Sam Sumyk e do meu preparador físico. Ao longo da minha carreira, nada além do meu ombro se machucou. Desta vez, acho que o processo de planejamento e treinamento estava errado”, disparou a russa de 28 anos e atual 30 do mundo.

“Poucas semanas depois de voltar de Melbourne, derrotei a então número 4 do mundo Belinda Bencic em Dubai, mas não pude dar o meu máximo no próximo jogo contra Anett Kontaveit. Saí dos torneios de Doha e Lyon para preparar bem para Indian Wells, só que então o coronavírus veio e parou tudo”, lamentou Pavlyuchenkova.

A russa ainda falou da difuculdade que teve com a personalidade de Sumyk. “Ele é provavelmente o treinador mais gabaritado com quem já trabalhei, mas eu não julgo os treinadores apenas por nome ou mérito. Para mim, o mais importante é a troca de energia que ocorre entre as pessoas, não apenas no esporte, mas também na vida”, observou

“Infelizmente, muitos treinadores têm um ego enorme e muitas vezes repetem a palavra ' eu '. Por isso, surgem problemas”, complementou a russa, que acredita na possibilidade de uma temporada alongada por causa da paralisação forçada pelo surto de coronavírus.

Comentários
Loja - livros
Calhau