Notícias | Dia a dia
Justiça ameaça Wild se ele não cumprir quarentena
28/03/2020 às 14h47

Jovem paranaense descumpriu quarentena e agora levará multa de R$ 30 mil se não ficar em casa

Foto: Fotojump

Curitiba (PR) - Depois de passar por investigação Polícia Civil do Paraná por não ter cumprido os protocolos de isolamento e quarentena enquanto aguardava o resultado de seus exames sobre o coronavírus, o paranaense Thiago Wild agora está sob a mira da Justiça. De acordo com matéria publicada no Globoesporte.com, ele levará uma pesada multa se não descumprir as orientações de ficar em casa.

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná emitiu uma medida liminar na noite desta sexta-feira contra o número 2 do Brasil que prevê uma multa de R$ 30 mil no caso de não cumprir a quarentena estipulada pelas autoridades sanitárias. Tanto ele quanto seus familiares deverão permanecer em seu domicilio e cada um que desrespeitar a determinação terá que desembolsar o valor citado.

“O que eu gostaria de reforçar com a ação é que é importante seguir as orientações das autoridades de saúde e eventuais descumprimentos podem resultar em responsabilizações civis e criminais – afirmou o promotor João Eduardo Antunes Mirais em entrevista para o Globoesporte.com.

A liminar ainda fala que em caso de reincidência, "meios coercitivos mais gravosos" podem ser tomadas pelo poder público. A investigação começou a partir do momento em que Wild anunciou que havia testado positivo para a doença. Segundo o delegado Rodrigo Baptista Santos, moradores da cidade viram o tenista fazendo exercícios físicos nas ruas, treinando em uma academia de tênis e utilizado os serviços de um cartório na cidade.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva