Notícias | Dia a dia
Wimbledon trabalha para não ser cancelado
27/03/2020 às 12h34

Londres (Inglaterra) - Enquanto Roland Garros já se adiantou e divulgou uma nova data para o torneio deste ano, o próximo Grand Slam na linha de frente é Wimbledon, que por enquanto está com sua data original mantida, uma vez que o retorno do circuito está marcado justamente para acontecer no início da temporada de grama. Só que o panorama do coronavírus atual faz a organização do evento se mexer.

Em entrevista para a BBC, o britânico Jamie Murray afirmou que a direção de Wimbledon vem trabalhando para o evento não ser cancelado. “Não sei se eles serão capazes de atrasá-lo. Eles estão trabalhando muito para não cancelar”, comentou o duplista. Por ora, tudo que se sabe é que a organização fará reunião de emergência na próxima semana.

“Para eles, o momento não é nada positivo, uma vez que estamos vendo eventos esportivos em todo o mundo sendo cancelados”, comentou Jamie, que também falou sobre um possível adiamento "Há muitas partes interessadas, muitos outros torneios a considerar, até coisas como a luz do dia para o torneio. Se for adiado, com certeza haverá menos luz do dia”, pontuou.

Embora ainda existam dúvidas sobre a realização do Slam britânico, uma coisa é certeza: a competição não acontecerá a portões fechados. A direção do All England Club já se pronunciou uma vez sobre o assunto e depois reforçou que o torneio ou será disputado com público ou não irá acontecer.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva