Notícias | Dia a dia
Menezes apoia adiamento das Olimpíadas para 2021
23/03/2020 às 19h29

Pelo ranking atual, Menezes estaria classificado para os Jogos Olímpicos

Foto: Arquivo

Belo Horizonte (MG) - Único tenista brasileiro na zona de classificação para a chave de simples dos Jogos Olímpicos de Tóquio, João Menezes é a favor da posição defendida pelo Comitê Olímpico Brasileiro de adiar os Jogos para 2021. O mineiro de 23 anos falou na condição de presidente da comissão de jogadores da Confederação Brasileira de Tênis (CBT), entidade que também apoia a mudança de data. Atualmente, as Olimpíadas seguem marcadas para ocorrer entre 24 de julho e 9 de agosto.

Leia mais: Saiba tudo sobre a classificação olímpica no tênis

"Como tenista classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 e como medalhista de ouro dos Jogos Pan Americanos de Lima em 2019 e também como presidente da comissão de jogadores da Confederação Brasileira de Tênis, eu gostaria de ratificar a posição do Comitê Olímpico Brasileiro de transferir os Jogos Olímpicos de 2020 para 2021", disse Menezes em vídeo divulgado pela CBT.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por CBT (@cbtoficial) em

Embora seja apenas o terceiro brasileiro mais bem colocado no ranking, ocupando o 185º lugar, atrás de Thiago Monteiro (82º) e Thiago Wild (114º), Menezes praticamente assegurou sua vaga em Tóquio ainda no ano passado. Como conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan Americanos de Lima, o mineiro só precisaria se manter entre os 300 melhores do mundo até 8 de junho deste ano para se classificar para as Olimpíadas.

O circuito está atualmente paralisado por conta do risco de transmissão do novo coronavírus e o ranking atual, com data de 16 de março, continuará valendo justamente até 8 de junho. Dos 64 tenistas na chave principal de simples, 56 entrariam diretamente (respeitando o limite de quatro atletas por país) e mais oito garantiriam vagas por critérios da ITF e do COI.

Pelos critérios atuais de classificação, outros dois tenistas brasileiros estariam em Tóquio. Marcelo Melo é o atual quinto colocado no ranking mundial dos especialistas e, por estar no top 10, tem direito de designar qualquer parceiro entre os 300 melhores do mundo. A escolha de Melo certamente seria por Bruno Soares, hoje 25º colocado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis