Notícias | Dia a dia
Roma quer adiamento e admite mudar até piso
22/03/2020 às 12h24

O belíssimo Fóro Itálico é a tradicinal casa dos Msaters e Premier de Roma sobre o saibro

Foto: Arquivo

Roma (Itália) - Embora toda a temporada de saibro tenha sido cancelada pela ATP e WTA devido à proliferação do vírus na Europa, os organizadores do Masters 1000 e do Premier de Roma ainda não se deram por vencidos e, embalados pela ação de Roland Garros, também pretendem realizar seu torneio no segundo semestre.

O encarregado de negociar isso é Angelo Binaghi, presidente da Federação Italiana, que afirmou ao Sky Sports 24 que a meta agora é reprogramar o torneio conjunto com ATP e WTA. "Ainda queremos realizar os torneios neste ano, quem sabe consigamos ser um dos torneios de preparação para Roland Garros".

A Federação Francesa anunciou na semana passada que pretende realizar o Grand Slam do saibro a partir do dia 20 de setembro, seis dias depois do US Open. No mesmo dia, a Associação Norte-americana sinalizou a hipótese de adiar o Slam de Nova York, supostamente para depois de Roland Garros, o que abriria algum espaço para a disputa de algum Masters 1000.

Binaghi, no entanto, deixou aberta a expectativa de mudar até mesmo para o piso sintético e tirar o torneio do Fóro Itálico, passando assim a integrar a fase de quadra dura e não mais a de saibro. "Gostaríamos de manter o torneio como sempre foi, mas estamos dispostos até a mudar piso e local".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva