Notícias | Dia a dia
Ranking parado: Bom para Menezes, ruim para Wild
19/03/2020 às 09h16

Wild precisaria defender apenas dez pontos no ranking durante a temporada de saibro da ATP

Foto: Arquivo

por Mário Sérgio Cruz

Os principais brasileiros no ranking da ATP ficam em situações distintas com a determinação da entidade de manter a classificação atual até 7 de junho, quando o circuito for reiniciado. Enquanto João Menezes irá manter pontos importantes obtidos na última temporada, Thiago Wild teria um período com poucos resultados a defender e teria boas chances de subir.

Leia mais: Manutenção dos pontos ajuda Federer e Andreescu

Menezes foi o grande beneficiado entre os brasileiros. Número 3 do país e 185º do ranking, o mineiro de 23 anos precisaria defender em maio 80 pontos do título do challenger de Samarkand. O torneio já havia sido cancelado com grande antecedência por conta do risco de transmissão do novo coronavírus e, por isso, Menezes teria que buscar pontos em outro lugar na mesma data.

Por outro lado, Thiago Wild perde boa chance de subir no ranking. O jovem paranaense de 20 anos e 114º colocado defenderia apenas sete pontos em abril e mais três em maio. Embalado pela conquista do ATP 250 de Santiago, Wild poderia aproveitar a série de torneios no saibro para conseguir ainda mais pontos e tentar entrar no top 100.

Já o número 1 do Brasil e 82º do mundo Thiago Monteiro irá manter três resultados. O cearense de 25 anos fez 26 pontos no Masters 1000 de Miami, além de 32 pontos no ATP 250 de Munique e mais 15 no challenger de Marbella. O canhoto de Fortaleza ainda tem mais 18 pontos somados em fases iniciais de challengers que sequer figuram entre seus 18 melhores resultados válidos para o ranking.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis