Notícias | Dia a dia
Lopez e Santana lamentam cancelamento de Madri
18/03/2020 às 18h49

Torneio na capital espanhola foi um dos eventos no saibro cancelados pela ATP e WTA

Foto: Divulgação

Madri (Espanha) - Após a confirmação de que todos os torneios da temporada de saibro foram cancelados e que o calendário do tênis só será retomado no dia 8 de junho, os organizadores do Aberto de Madri lamentaram a não realização do evento, que reuniria um Masters 1000 da ATP e um WTA Premier Mandatory. As competições aconteceriam no início de maio, mas foram canceladas por conta do risco de transmissão do novo coronavírus.

"Estamos muito decepcionados com o cancelamento do torneio, mas a saúde dos torcedores, jogadores e funcionários é o que mais importa no momento", disse Feliciano López, diretor do troneio.

"Trabalhamos muito esses meses em conjunto com todos os nossos patrocinadores e fornecedores para preparar a melhor edição possível, como fazemos todos os anos, mas nossa prioridade é a segurança de todos aqueles que se encontrariam na Caixa Mágica em maio", acrescenta o espanhol de 38 anos, que ainda está em atividade no circuito profissional e ocupa o 56º lugar do ranking da ATP.

"Sem dúvida, é a situação mais triste que vivemos nesses 19 anos de torneio", reconheceu o ex-jogador profissional Manolo Santana, presidente honorário do evento e que dá nome à quadra principal. "Estes são tempos muito difíceis e a única coisa que nos resta é apelar à responsabilidade, além de sermos fortes na esperança de que toda essa situação normalize o mais rápido possível."

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis