Notícias | Dia a dia
Canadense acusa RG de egoísmo e arrogância
18/03/2020 às 11h22

Nova York (EUA) - Depois de manifestar seu descontentamento com o surpreendente anúncio da mudança de data de Roland Garros, o canadense Vasek Pospisil, um dos integrantes do Conselho dos Jogadores da ATP, voltou a disparar contra a direção do Grand Slam francês e a acusou de egoísta e arrogante por tomar decisões deste impacto sem falar com quase ninguém.

“Temos um cronograma, discussões e negociações entre o Grand Slams e a ATP. Sempre tentamos fazer com que funcione para todos e eles acharam que não precisam consultar a ATP, jogadores ou outros torneios. É um movimento muito egoísta. Basicamente, o que estão fazendo é um jogo de poder agora. Eles são muito arrogantes”, disse Pospisil em entrevista ao New York Times.

Do outro lado, o presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), Bernard Giudicelli garantiu que Guy Forget, diretor do torneio, conversou com o espanhol Rafael Nadal antes de tomar a decisão.

"O importante para nós é que o torneio continuasse. Não teríamos aceitado que o tênis sobre o saibro fosse removido do calendário internacional. Em setembro as temperaturas são agradáveis. Acreditamos sinceramente que podemos ter um bom evento", disse Giudicelli em entrevista coletiva nesta terça-feira em Paris.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva