Notícias | Dia a dia
Roland Garros é adiado para setembro e outubro
17/03/2020 às 13h15

Próxima edição do Grand Slam francês começará no dia 20 de setembro

Foto: Divulgação

Paris (França) - A Federação Francesa de Tênis (FFT) determinou o adiamento de Roland Garros. O Grand Slam francês, que aconteceria entre maio e junho, foi adiado para o segundo semestre. O torneio foi remarcado para acontecer entre os dias 20 de setembro e 4 de outubro.

O adiamento das competições foi adotado por conta do risco de transmissão do novo coronavírus. Atualmente, o circuito da ATP está suspenso por seis semanas e o da WTA por sete. Além disso, a população francesa encontra-se em confinamento para evitar a proliferação do vírus.

"Embora ninguém consiga prever qual será a situação em 18 de maio, as atuais medidas de confinamento tornaram impossível continuar com nossos preparativos e, como resultado, não podemos realizar o torneio nas datas originalmente planejadas", diz o comunicado emitido pela Federação Francesa de Tênis nesta terça-feira.

"Para agir de forma responsável e proteger a saúde de seus funcionários, prestadores de serviços e fornecedores durante o período da organização, a FFT escolheu a única opção que lhes permitirá manter a edição 2020 do torneio enquanto se junta à luta contra o COVID-19", acrescenta a nota oficial.

"Neste período importante de nossa história, enquanto trabalhamos na modernização do estádio, a FFT estava empenhada em manter o torneio de 2020. Portanto, a edição de Roland Garros deste ano será realizada de 20 de setembro a 4 de outubro", complementou a nota.

Decisão mexe com o calendário
O adiamento de Roland Garros deverá mexer bastante com o calendário do circuito. A começar pelo fato de que o Grand Slam francês começará pouco depois do US Open, marcado para acontecer entre 31 de agosto de 13 de setembro.

No calendário masculino, a nova data do Grand Slam francês pode afeter os confrontos dos Grupos Mundiais I e II da Copa Davis (entre 18 e 19 de setembro), e os ATP 250 de São Petersburgo, Metz, Chengdu, Zhuhai e Sófia, além da Laver Cup.

O circuito feminino, que tem a temporada um pouco mais curta, deverá ser ainda mais afetado já que Roland Garros acontecerá nas datas de importantes torneios realizados na Ásia. A partir de 21 de setembro aconteceria um Premier em Tóquio, ocorrendo simultaneamente com torneios em Seul e Guanzhou. Na semana seguinte está marcado um Premier 5 em Wuhan, que dá 900 pontos no ranking. Já o Premier Mandatory de Pequim, que dá 1.000 pontos aconteceria a partir de 5 de outubro.

Ingressos poderão ser reembolsados
Bernard Giudicelli, presidente da Federação Francesa, falou sobre a situação excepcional com a mudança na data do torneio. "Tomamos uma decisão difícil, mas corajosa, nessa situação sem precedentes, que evoluiu bastante desde o fim de semana passado. Estamos agindo com responsabilidade e precisamos trabalhar juntos na luta para garantir a saúde e a segurança de todos".

A organização do evento reforçou que quaisquer ingressos já comprados podem reembolsados ou trocados para as novas datas do Roland-Garros 2020. Detalhes sobre como será o procedimento de troca de ingressos serão comunicados à imprensa em breve.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis