Notícias | Dia a dia
Haas torce para ver Federer por muitos mais anos
16/03/2020 às 14h32

Indian Wells (EUA) - Diretor do Masters 1000 de Indian Wells desde 2017, o alemão Tommy Haas destacou a importância da figura de Roger Federer em entrevista ao jornal espanhol Marca. Dono de 15 títulos no circuito, o germânico de 41 anos elogiou a força de vontade do suíço, que mesmo com seus 38 anos de idade segue firme no circuito e luta para buscar cada vez mais conquistas.

“Ele continua com vontade mesmo depois de tudo o que ganhou, isso é fenomenal. Ainda teve tempo de criar uma competição por equipes como a Laver Cup, na qual você vê jogadores que se incentivam quando são rivais no circuito. Espero que permaneça saudável, queira continuar ganhando e jogando por muitos mais anos”, observou o alemão.

“A realidade é que ele é alguém muito especial. Quando você o vê jogar nessa idade e nesse nível, tudo o que pode dizer é uau. Ele poderia ter 21 Grand Slam, mas deixou escapar aquele 40-15 na final de Wimbledon e infelizmente não foi o caso. Mas a maneira como se move e continua a competir, fazendo o cronograma certo, é incrível”, acrescentou Haas.

Mesmo sendo próximo de Federer, o alemão disse nunca ter conversado sobre a amarga derrota na final de Wimbledon do ano passado, após perder dois match-points frente ao sérvio Novak Djokovic. “Não falamos sobre isso, mas você pode imaginar, como qualquer fã de tênis, deve ter sido um momento difícil”, afirmou o ex-número 2 do mundo.

Haas ainda salientou a importância dos outros dois integrantes do Big 3 na promoção do tênis pelo mundo. “Sua presença, juntamente com a de Rafa Nadal e Novak Djokovic, ajuda a promover o tênis. É verdade que precisamos de alguns jovens para desafiá-los”.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis