Notícias | Dia a dia
Wimbledon prefere cancelamento a portões fechados
16/03/2020 às 09h49

Londres (Inglaterra) - Em meio à discussão sobre o que acontecerá com o circuito depois das seis semanas de pausa já asseguradas pela ATP e com a WTA cancelando pouco a pouco seus torneios, a organização de Wimbledon mostrou preferir cancelar o evento deste ano a realizá-lo com portões fechados.

Segundo informa o Sportsmail, o destino do torneio será decidido pela direção do All England Club, que está coordenando sua resposta ao surto de coronavírus. Eles têm muita relutância em realizar o icônico torneio sem espectadores.

A questão foi discutida em uma reunião no Departamento de Cultura, Mídia e Esporte, no início desta segunda-feira. Neste encontro tentam definir as regras gerais a serem adotadas na Inglaterra para todos os esportes.

O All England Club esteve representado na reunião por Paul Davies, seu chefe de transmissão e produção. Existem apenas 375 membros efetivos e há um sentimento forte entre muitos de que, sem o aspecto social, o torneio não deve ir adiante.

Wimbledon possui apólices de seguro que lhes permitiriam reembolsar aqueles que compraram os ingressos com antecedência e por isso não vê tanto problema no cancelamento do evento, diferente do que acontece em outros casos, como a administração do estádio de Wembley, a casa da seleção inglesa de futebol.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis