Notícias | Dia a dia
Coronavírus suspende o circuito por seis semanas
12/03/2020 às 11h38

Miami (EUA) - O que já se especulava desde a quarta-feira em Miami se concretizou. Logo depois de a prefeitura de Miami determinar o cancelamento de todos os eventos esportivos, a ATP soltou comunicado e determinou que o circuito estará suspenso pelas próximas seis semanas.

A suspensão significa que todos os eventos ATP e challenger programados até e inclusive na semana de 20 de abril não ocorrerão. Após o recente cancelamento de Indian Wells, os eventos afetados do circuito ATP são o Miami Open o ATP 250 de Houston, o ATP 250 de Marrakesh, o Masters 1000 de Monte Carlo, o ATP 500 de Barcelona e o ATP 250 de Budapeste.

"A suspensão de seis semanas se deu em sequência à declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS) na quarta-feira de que o COVID-19 constitui uma pandemia global. Além disso também houve a restrição de viagens de 30 dias anunciada pelos Estados Unidos para estrangeiros de 26 países europeus", explicou a ATP.

A entidade disse estar monitorando a situação relacionada ao coronavírus, recebendo conselhos de especialistas médicos, de viagens e de todas as autoridades reguladoras locais. Também haverá uma análise contínua sobre a viabilidade de eventos subsequentes no calendário.

"Esta não é uma decisão fácil de ser tomada, pois representa uma grande perda para nossos torneios, jogadores e fãs em todo o mundo. No entanto, acreditamos que esta é a ação responsável necessária neste momento, a fim de proteger a saúde e a segurança de nossos jogadores, equipe, comunidade de tênis mais ampla e saúde pública em geral diante dessa pandemia global", disse Andrea Gaudenzi, presidente da ATP.

A suspensão dos eventos ATP ocorre com efeito imediato, o que significa que os torneios ATP Challenger desta semana em Nur Saltan, no Cazaquistão, e Potchefstroom, na África do Sul, não poderão ser concluídos.

Também afeta diretamente os dois challengers previstos para o Brasil: o de Olímpia, que aconteceria já na próxima semana, e o de Florianópolis, no começo de abril.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis