Notícias | Dia a dia
Djoko volta para casa e tira Miami do seu calendário
12/03/2020 às 08h42

Monte Carlo (Mônaco) - Enquanto a ATP não decide o que fará nas próximas semanas, o número 1 do mundo Novak Djokovic já tomou algumas decisões. A primeira delas foi voltar para casa, já que o Masters 1000 de Indian Wells não será disputado. Além disso, o sérvio também riscou o Masters 1000 de Miami de seu calendário, deixando Monte Carlo como seu próximo evento.

Presidente do Conselho de Jogadores, o sérvio contou que estava em Los Angeles logo antes de Donald Trump anunciar o fechamento de viagens entre os Estados Unidos e a Europa, dificultando ainda mais a possibilidade da disputa em Miami. Ele então pegou imediatamente um avião de volta para casa.

“Concordo com a maioria dos jogadores que devamos parar, mas também simpatizo com aqueles que desejam a continuidade de alguns torneios. No entanto, o fato de ter sido declarado status de pandemia em todo o mundo mostra que o Miami Open deverá ser cancelado, não sei se vão fazer isso hoje ou amanhã. Atualmente, estou em Los Angeles, mas vou pegar um voo”, falou o sérvio.

“Sinceramente, não sei o que pode acontecer nas atuais circunstâncias e não sei se outros torneios serão disputados nos próximos meses até que isso seja resolvido”, complementou o líder do ranking, que voltou para casa com todo o seu time e agora.

Ainda nessa questão das incertezas sobre o futuro do circuito, o jornal francês L'Equipe divulgou que na próxima sexta-feira que entidades como a ATP e a WTA estudam suspender as competições por seis semanas e a decisão seria acompanhada pelos torneios menores da ITF. No cenário proposto, a temporada do tênis seria reiniciada apenas no dia 27 de abril.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis