Notícias | Dia a dia
Coronavírus faz tenistas 'fugirem' do Cazaquistão
11/03/2020 às 15h27

Mats Moraing foi um dos que precisou deixar o Cazaquistão para evitar entrar em quarentena

Foto: Arquivo

Nur-Sultan (Cazaquistão) - O surto de coronavírus, que foi declarado uma pandemia pela OMS nesta quarta-feira, não apenas causou o cancelamento de Indian Wells, mas também forçou jogadores a desistirem do challenger de Nur-Sultan, realizado nesta semana na capital cazaque.

Segundo informa a Tennis MAGAZINE alemã, jogadores com nacionalidades francesa, espanhola e alemã foram obrigados a abandonar o torneio para evitar uma quarenta forçada de pelo menos 14 dias. Mats Moraing, Enzo Couacaud e Yannick Maden acabaram largando a competição no meio.

“Fomos informados de que a Alemanha foi atualizada para 1B, seja lá o que isso signifique. Depois ligamos para o consulado alemão e eles disseram que há uma probabilidade muito alta de ficarmos em quarentena no Cazaquistão a partir de quinta-feira", explicou Moraing.

“A ATP também nos disse que deveríamos deixar o país, se possível. Então é claro que partimos o mais rápido possível", complementou o germânico de 26 anos e atual 268 do mundo. Além dos jogadores das nacionalidades já citadas, chineses, japoneses e italianos foram impedidos de participar do evento antes do início.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis