Notícias | Dia a dia
São Paulo e Curitiba recebem circuito feminino
10/03/2020 às 19h26

Carol Meligeni será uma das atrações nos torneios

Foto: Arquivo

São Paulo (SP) - Realizado seguidamente desde 2011, o Circuito Feminino Future de Tênis realizará sua décima edição consecutiva a partir do dia 14 de março com a meta de dar oportunidade às brasileiras de somar pontos no ranking internacional e ao mesmo obter intercâmbio com as mais variadas escolas do tênis mundial.

"O salto de qualidade do tênis feminino brasileiro da última década foi em boa parte ocasionado por esta série de torneios promovidos no país", afirma o idealizador do Circuito, o ex-profissional Ricardo Camargo. "São dois papeis fundamentais: permitir o primeiro impulso à carreira ainda dentro de casa, com um custo muito mais acessível, e fornecer experiência, já que o crescimento técnico do Circuito ao longo de sua história trouxe cada vez mais jogadoras de todo o mundo".

O Circuito Feminino de 2020 dará a largada no dia 14 de março nas tradicionais quadras de saibro do Clube Paulistano, em São Paulo. Na semana seguinte, muda-se para o Graciosa Country Club de Curitiba. Cada um dos torneios oferece premiação de US$ 25 mil e dá 50 pontos no ranking da Associação Feminina (WTA). Em ambos os torneios, a chave de simples terá 32 participantes e a de duplas, 16 parcerias, além do qualificatório para 48 jogadoras.

"O Circuito já tem importância histórica no tênis feminino brasileiro. Desde a primeira edição, em 2011, contou com a participação de praticamente todas as brasileiras que tiveram maior destaque no ranking internacional, como Teliana Pereira, Bia Haddad Maia, Paula Gonçalves, Gabriela Cé e Laura Pigossi. Muitas delas sequer tinham experiência em competições da WTA. Hoje, já vemos uma segunda geração, com Thaisa Pedretti e Luísa Stefani".

O Circuito Feminino Future de Tênis é apresentado pelo Itaú através da Lei de Incentivo ao Esporte/Ministério da Cidadania/Secretaria Especial do Esporte. A realização é do Instituto Esperança do Amanhã. A competição tem as chancelas da Federação Internacional de Tênis, Confederação Brasileira de Tênis, da Federação Paranaense de Tênis e da Federação Paulista de Tênis.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis