Notícias | Dia a dia
Orlandinho e Matos sofrem virada e ficam com vice
08/03/2020 às 17h31

Dupla gaúcha venceu o primeiro set e teve dois match-points seguidos no match-tiebreak

Foto: Fotojump

Monterrey (México) - Não deu para os brasileiros na final de duplas do challenger de Monterrey. Os gaúchos Orlando Luz e Rafael Matos até saíram na frente do polonês Karol Drzewiecki e do português Gonçalo Oliveira, mas acabaram levando a virada e ficaram com o vice, caindo com parciais de 6/7 (5-7), 6/4 e 11-9.

Cabeças de chave 4, Orlandinho e Matos venceram os dois primeiros games da partida, mas perderam os dois seguintes e a igualdade permaneceu até o fim do set inicial. Depois de salvarem um set-point com o saque, os gaúchos conseguiram transformar um 3-5 no tiebreak em um 7-5 para largar na frente no placar.

Na segunda parcial, a dupla brasileira amargou uma quebra no sétimo game, teve três chances de devolver o break na seguida, mas não aproveitou nenhuma delas e acabou se dando mal, permitindo o empate dos rivais, que forçaram a decisão no match-tiebreak. Oliveira e Drzewiecki salvaram dois match-points seguidos no desempate final e fecharam na primeira chance que tiveram.

Orlandinho é o atual 119º colocado no ranking de especialistas em duplas no circuito da ATP e vai ganhando provisoriamente três posições, enquanto o canhoto Matos aparece na 151ª posição, subindo para o 141º posto com o vice-campeonato. Ambos terão suas melhores marcas da carreira.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva