Notícias | Dia a dia
Medvedev: 'Não tive ídolos, sempre quis ser eu mesmo'
07/03/2020 às 13h55

Moscou (Rússia) - Vice-campeão do US Open no ano passado e atual número 5 do mundo, o russo Daniil Medvedev participou de um vídeo promocional de um de seus patrocinadores, no qual respondeu a perguntas de seus seguidores, falando um pouco de suas rotinas, das inspirações no circuito e do comportamento dentro de quadra.

Medvedev contou sua rotina de treinamentos. “Faço uma ou duas sessões de tênis por dia, com aproximadamente duas horas no total, e uma sessão de treinos físicos de uma hora e meia”, falou o russo, que revelou não ter grandes ídolos e sim jogadores que o inspiraram no tênis.

"Bem, eu nunca tive um ídolo porque sempre quis ser eu mesmo, fazer as coisas por mim mesmo, mas quando eu era jovem sempre assistia aos jogos de Nikolay Davydenko ou Marat Safin e também Mikhail Youzhny, os melhores jogadores russos daqueles anos”, comentou o quinto colocado no ranking da ATP.

Questionado sobre como analisa os adversários, Medvedev disse que embora os jogadores se conheçam bem, cada partida tem um trabalho prévio. “No top 100, todos nos conhecemos muito bem e treinamos juntos muitas vezes, mas cada jogo é diferente e você precisa analisar e também se concentrar em alguns pontos específicos para poder complicar a vida dos rivais”.

Por fim, o russo afirmou que não pretende mudar o seu comportamento nas partidas. “Mostro minhas emoções na quadra, mas não faço grandes comemorações quando ganho. É algo que gosto, então provavelmente nunca mudarei isso”, finalizou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis