Notícias | Copa Davis
Fognini: 'Foi estranho jogar para tão pouca gente'
06/03/2020 às 14h11

Cagliari (Itália) - Disputado a portas fechadas no saibro do Circolo Tennis Cagliari, sem presença da torcida, o confronto entre italianos e sul-coreanos terminou o primeiro dia com os donos da casa na frente. Fabio Fognini abriu a sexta-feira com uma firme vitória para cima de Duckhee Lee, gastando apenas 64 minutos para marcar parciais de 6/3 e 6/3 sobre o rival.

“As condições de jogo foram estranhas, acho que sou o primeiro italiano a disputar uma partida de Copa Davis assim. Não atrapalhou o foco, mas foi um pouco estranho jogar para apenas 100 pessoas. Mas a segurança está acima do esporte. Fico feliz com minha vitória, podendo anotar o primeiro ponto do confronto”, comentou Fognini.

Na sequência foi a vez de Gianluca Mager mostrar que a campanha no Rio Open, de onde saiu com o vice-campeonato, não foi apenas obra do acaso. O italiano teve um pouco mais de trabalho em sua primeira partida defendendo as cores de seu país na Davis, mas também triunfou em sets diretos, batendo Ji-Sung Nam com o placar final de 6/3 e 7/5.

Japão é surpreendido em casa

Em outro confronto realizado sem torcida, os japoneses levaram a pior dentro de casa e perderam as duas partidas de sexta-feira contra os equatorianos. Além do surpreendente 2 a 0 anotado pelos visitantes, o embate ficou também marcado pela proteção extra dos boleiros, que entraram de luvas e pegaram as toalhas com uma cesta, tudo por causa do coronavírus.

O primeiro ponto da série foi anotado por Emilio Gomez, que derrubou o local Go Soeda em sets diretos, com parciais de 7/5 e 7/6 (7-3). Na sequência veio o jogo mais equilibrado do dia, que terminou com vitória de Roberto Quiroz em três sets, dois tiebreaks e 2h31 de disputa, fechando com o placar final de 7/6 (7-4), 2/6 e 7/6 (10-8).

Comentários