Notícias | Dia a dia
Indian Wells se protege, mas garante público
05/03/2020 às 13h21

Indian Wells (EUA) - Apesar de a Califórnia ter declarado estado de emergência nesta quinta-feira, depois da primeira morte no estado causada pelo coronavírus ser anunciada, a organização do Masters 1000 de Indian Wells garantiu que o torneio não acontecerá com portões fechados. Em contrapartida, eles estão tomando medidas para lidar com o problema.

Em declaração ao The New York Times, os organizadores do Indian Wells admitem estar seguindo o conselho médico, oferecendo desinfetantes e sabonete para jogadores, fãs e equipe de apoio. “Estamos acompanhando tudo de perto. Continuamos muito positivos com a celebração do torneio deste ano e esperamos receber todos em breve”, falou a direção.

“Estamos em constante comunicação com a WTA e a ATP Tour, seguimos as diretrizes do Eisenhower Medical Center, do Departamento de Saúde do Condado de Riverside e continuamos a monitorar a situação. Temos mais de 250 desinfetantes para as mãos espalhados por todas as instalações e estamos trabalhando proativamente com nossa equipe”, complementou.

Roma também sob risco

O enorme número de casos de coronavírus na Itália, que já forçou o confronto pela Copa Davis deste fim de semana ser a portas fechadas, também preocupa a direção do Masters 1000 de Roma. o governo italiano já adiou uma série de jogos de futebol e determinou que aqueles que não possam ser adiados aconteçam sem torcida.

A determinação governamental por enquanto vale apenas até abril, sendo que o torneio na capital italiana está marcado para ocorrer entre os dias 10 e 17 de maio. Por enquanto, nenhuma das entidades que regulam o tênis se posicionaram sobre a situação.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva