Notícias | Dia a dia
Entenda a nomenclatura dos torneios ATP e WTA
05/03/2020 às 13h19

No último sábado, Aryna Sabalenka venceu um torneio Premier 5 em Doha

Foto: Arquivo

O calendário do tênis internacional possui torneios de diferentes categorias. Cada nível de competição dos circuitos masculino ou feminino possui suas próprias especificidades, quanto ao número de tenistas na chave, além da pontuação e premiação distribuídas.

Confira as nomenclaturas oficiais dos torneios do circuito e saiba como cada competição funciona.

CIRCUITO MASCULINO

Masters 1000: Os nove torneios do Masters 1000 valem mil pontos no ranking para o campeão e 600 para o segundo colocado. Praticamente todos eles são obrigatórios para os jogadores que entram diretamente na chave, exceção feita ao torneio de Monte Carlo. Além desse evento nas quadras de saibro do Principado de Mônaco, os demais Masters de 2020 acontecem em Indian Wells, Miami, Madri, Roma, Toronto, Cincinnati, Xangai e Paris.

ATP 500: A temporada do circuito masculino tem 13 torneios ATP 500. Como o próprio nome diz, essas competições oferecem 500 pontos no ranking ao campeão e 300 ao vice. Todos os jogadores da chave atuam desde a primeira rodada. Único torneio em solo brasileiro no circuito, o Rio Open faz parte dessa lista. Outros eventos deste porte acontecem em Roterdã, Dubai, Acapulco, Barcelona, Queen's, Halle, Hamburgo, Washington, Tóquio, Pequim, Viena e Basileia.

ATP 250: Menor nível entre os eventos da elite do circuito, os ATP 250 são distribuídos ao longo do calendário. É bem comum que aconteçam dois ou três na mesma semana. Ao todo, são realizados 38 eventos desse porte durante a temporada. As chaves podem ter 28 ou 32 jogadores. Os campeões recebem 250 pontos, enquanto os finalistas ganham 150.

Confira o calendário do circuito da ATP

Circuitos challenger e ITF: Além dos três níveis de torneios da ATP, a entidade que comanda o circuito masculino também chancela os torneios de nível challenger. Essas competições espalhadas pelo mundo têm diferentes premiações e podem render 50, 80, 90, 100, 110 ou 125 pontos para os campeões. Já a Federação Internacional de Tênis (ITF) organiza o World Tennis Tour (WTT), que engloba os antigos torneios de nível future e distribui premiação de US$ 15 mil ou US$ 25 mil, podendo oferecer 10 ou 20 pontos no ranking ao campeão.

CIRCUITO FEMININO

Premier Mandatory: Torneios de participação obrigatória para as jogadoras que entram diretamente na chave. São apenas quatro por ano, em Indian Wells, Miami, Madri e Pequim, e valem mil pontos no ranking mundial feminino. As vice-campeãs recebem 650 no total. Nos dois torneios norte-americanos, as 32 cabeças de chave entram já na segunda rodada. Na capital espanhola, todas as tenistas jogam desde a primeira fase. Já na China, são oferecidas quatro vagas diretas na segunda fase para as jogadoras que alcançarem as semifinais em Wuhan na semana anterior.

Premier 5: Com peso parecido ao dos torneios Premier Mandatory, eles valem 900 pontos, com 585 para as finalistas. A participação nesses eventos não chega a ser obrigatória, mas costumam atrair quase todas as estrelas do circuito por conta das altas premiações e dos pontos no ranking. Os torneios deste porte em 2020 são em Doha, Roma, Montréal, Cincinnati e Wuhan. Outra diferença desses eventos em relação aos Premier Mandatory é que as principais cabeças de chave entram diretamente na segunda rodada. 

Premier: São competições intermediárias na elite do circuito feminino, oferecendo 470 pontos para as campeãs. Alguns desses eventos são bastante tradicionais, como os de Charleston, Eastbourne, Stuttgart, Tóquio e Moscou. Ao todo, o calendário feminino engloba 12 torneios deste porte na temporada. Nessas competições, as favoritas não precisam disputar a primeira fase. 

International: Eventos de menor nível na elite do circuito, os torneios WTA International oferecem 280 pontos no ranking. Grande parte desses torneios não conta com jogadoras do top 10 ou atrai apenas uma entre as primeiras colocadas do ranking. Nas chaves desses torneios costumam figurar atletas da nova geração ou veteranas que tentam recuperar posições no ranking mundial. Não há folga na primeira rodada. Trinta torneios deste porte estão marcados para 2020, mas ainda há uma data disponível no calendário em agosto.

Veja o calendário de competições da WTA

Torneios 125k e circuito da ITF: Equivalentes aos torneios de nível challenger, os eventos da série 125k da WTA contam com 48 jogadoras na chave e dão 160 pontos no ranking. Não há, entretanto, um circuito propriamente dito ou uma periodicidade fixa dos torneios deste porte, já que a ITF também se encarrega de realizar eventos com premiações que variam entre US$ 15 mil a US$ 100 mil e que atraem jogadoras dessa faixa de ranking.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis