Notícias | Dia a dia
Federer tem se destacado com segundo serviço
04/03/2020 às 10h32

Miami (EUA) - Tão importante quanto o primeiro serviço, o segundo é aquele que muitas vezes ajuda o tenista a sair dos momentos de pressão. Assim como acontece no circuito, é o Big 3 que domina as estatísticas neste quesito. Segundo levantamento de Craig O'Shannessy, analista de desempenho da ATP, Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic são os melhores com a segunda bola nos últimos cinco anos.

Federer lidera o trio com a segunda bola entre os anos de 2015 e 2019, vencendo 58,61% das disputas. Foram 4.237 pontos vencidos em 7.229 disputados com o segundo serviço. Logo em seguida aparece Nadal com 57,86% e em terceiro fica Djokovic com 56,92%. O suíço tem também o melhor aproveitamento no piso duro (58,1%) e na grama (60,16%), enquanto o espanhol é o melhor no saibro (58,65%).

O sérvio ficou em segundo no piso duro (58,06%) e é o terceiro tanto no saibro como na grama, sendo que neste último é o único que não superou a casa dos 60%, ficando em apenas 56,21% (abaixo até do aproveitamento nas quadras sintéticas). Contudo, foi ele o que teve o melhor desempenho neste fundamento durante o Australian Open, com 22% dos segundos serviços sequer voltando. Nadal teve 18% e Federer 17%.

Levando em consideração toda a carreira, Nadal é o tenista com melhor desempenho no segundo serviço (57,4%), seguido por Federer (56,8%) e com o norte-americano John Isner em terceiro (56,1%). Nesta lista Djokovic é apenas o sexto (55,6%), ficando atrás do norte-americano Andy Roddick (56%) e do argentino Juan Ignacio Londero (55,8%).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis