Notícias | Dia a dia
Meta de Wild é manter o alto padrão de Santiago
01/03/2020 às 23h05

Wild seguirá agora para o duro compromisso no piso sintético australiano pela Copa Davis

Foto: Jim Rydell/Divulgação

Santiago (Chile) - Convidado da organização e com pouca experiência em torneios de nível ATP, o paranaense Thiago Wild causou sensação no circuito ao faturar neste domingo seu primeiro grande título no saibro de Santiago. "É um feito incrível", afirmou na entrevista oficial. "É algo que sempre sonhei fazer. Preciso apenas tirar o melhor desta semana e continuar nesse ritmo pelo resto da temporada".

Mais jovem brasileiro a ganhar um ATP, a nove dias de completar 20 anos, Wild também se tornou o tenista de menor idade a ganhar uma etapa do circuito latino-americano do saibro desde que Rafael Nadal ganhou Acapulco em 2005, então com 18 anos. "Sempre tive o Rafa como um ídolo, desde que comecei a jogar tênis com 5, 6 anos. Estou muito feliz com isso"

Veja a lista de todos os brasileiros com títulos e finais de ATP

"Conforme as partidas aconteceram, eu me senti mais confortável em quadra. Percebi que poderia ir passo a passo", avaliou o paranaense sobre sua incrível semana em Santiago. "Quando cheguei à final, tinha de jogar como se fosse uma partida qualquer, como as outras que vinha fazendo ao longo da semana, e aproveitar minhas chances".

Wild também é o brasileiro de mais baixo ranking a ganhar um ATP, já que entrou no Chile como 182º colocado do ranking. Subirá 69 posições e aparecerá nesta segunda-feira no 113º posto. Ele somava apenas duas vitórias de primeira linha até então. Na campanha, tirou campeões de ATP como Juan Ignacio Londero, Cristian Garin e Casper Ruud.

O norueguês, 38º do ranking, elogiou a atuação do brasileiro na final deste domingo. "Ele jogou um tênis incrível durante toda a semana, então eu não poderia estar surpreso com a derrota. Ele provou que merecia o convite e tomou conta dessa oportunidade. Acredito que ele estará em evidência nos próximos anos, tomara que possamos jogar mais finais no futuro".

Wild seguirá de Santiago diretamente para Adelaide, na Austrália, onde representará o Brasil no duelo classificatório da Copa Davis no próximo final de semana, ao lado de Thiago Monteiro, João Menezes, Marcelo Demoliner e Felipe Meligeni Alves.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva