Notícias | Dia a dia
Wild é 34º no ranking do ano e 2º da Next Gen
01/03/2020 às 20h46

Thiago Wild é o terceiro tenista mais jovem entre os atuais top 10 do ranking dos Next Gen

Foto: Jim Rydell/Divulgação
José Nilton Dalcim

Com 250 pontos somados na incrível campanha no saibro de Santiago, o paranaense Thiago Wild é o 34º tenista que mais somou pontos na temporada 2020, deixando momentaneamente para trás nomes de peso como Denis Shapovalov, Fabio Fognini e Borna Coric.

O tenista de 19 anos somou 324 pontos até agora, com destaque também para os 45 que conseguiu ao passar uma rodada no Rio Open (os outros 29 são do challenger de Montevidéu de novembro, que são considerados como da temporada 2020).

Primeiro tenista nascido neste milênio a faturar um ATP, ele também subiu 12 posições no ranking da Next Gen - os jogadores que tem até 21 anos - e agora é o segundo mais bem colocado, com 295 pontos, atrás somente do também fenômeno Felix Auger-Aliassime, canadense quase cinco meses mais jovem e que já soma 635 pontos na temporada, embora tenha perdido todas as cinco finais de ATP já feitas na curta carreira.

Os oito mais bem pontuados da Next Gen disputarão o Finals de Milão, um torneio de formato especial e sem pontos oficiais, mas que dá grande visibilidade aos novatos. A lista atual tem Shapovalov e Miomir Kecmanovic logo atrás de Wild, assim como a promessa italiana Jannik Sinner como sétimo colocado.

Outro brasileiro que aparece bem classificado no ranking da temporada é Thiago Monteiro, agora 47º colocado, com 263 pontos. No ranking tradicional, o canhoto cearense permanece como número 1 do país e aparecerá nesta segunda-feira no 82º lugar, quase 30 posições à frente de Wild, que será o 113º, concretizando um salto expressivo de 69 postos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis