Notícias | Dia a dia
'Joguei bem quando devia', comemora Dimitrov
28/02/2020 às 10h55

Acapulco (México) - Depois de perder as últimas cinco partidas contra Stan Wawrinka, finalmente o búlgaro Grigor Dimitrov quebrou a sequência negativa e voltou a vencer. Na noite de quinta-feira, ele bateu o rival pelas quartas de final do ATP 500 de Acapulco e chegou ao quinto triunfo em 12 partidas contra o suíço.

“Nós dois demos 100% na partida, que foi de muitos nervos. Consegui executar meus golpes da maneira certa e joguei bem quando devia. Sempre que jogo contra Stan é uma batalha mental, havia perdido os últimos cinco jogos contra ele, mas essas derrotas me inspiraram”, afirmou Dimitrov, que não superava Wawrinka desde 2016.

Classificado para as semifinais do torneio mexicano, ele terá agora pela frente o espanhol Rafael Nadal, contra quem já jogou 13 vezes e só ganhou uma. “Ele é o favorito, é claro. Jogamos muitas vezes antes e perdi partidas muito duras. Um dos maiores desafios desse esporte não é apenas o adversário, mas também superar a si mesmo”, comentou o búlgaro.

Dimitrov fala ainda da superação após passar por maus momentos duas temporadas atrás. “Os últimos meses foram muito difíceis para mim, mas isso já passou e estou feliz por jogar tênis. Sei da minha capacidade e por isso tenho muita coisa a alcançar. Ainda não estou satisfeito e estou focado em trabalhar duro e busca novas conquistas”, finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva