Notícias | Dia a dia
Wild vence, faz seu melhor ATP e será nº 2 do Brasil
27/02/2020 às 16h39

Wild chega pela primeira vez às quartas e irá ultrapassar Menezes no ranking

Foto: Arquivo

Santiago (Chile) - Pela primeira vez em sua carreira profissional, Thiago Wild chega às quartas de final de um torneio pela elite do circuito. Convidado para jogar o ATP 250 de Santiago, o jovem jogador de 19 anos e número 182 do ranking derrotou o argentino Juan Ignacio Londero, cabeça 5 na capital chilena e 63º colocado, por 7/6 (10-8) e 6/4 em 1h40 de partida.

Atualmente no 182º lugar do ranking, Wild garante 45 pontos na ATP pela campanha até as quartas e defende apenas 20 na semana. Com isso, o paranaense irá se aproximar da 160ª posição e se tornar o novo número 2 do Brasil. Ele ultrapassa o mineiro João Menezes, 177º colocado. Já o atual número 1 do país é o cearense Thiago Monteiro, 88º do ranking e que também está nas quartas em Santiago.

Antes da ótima campanha nas quadras de saibro da capital chilena, Wild tinha apenas duas vitórias em nível ATP. A primeira foi no Brasil Open do ano passado, enquanto a mais recente havia ocorrido na última semana durante o Rio Open. No final da última temporada, ele conquistou seu primeiro título de challenger em Guayaquil.

O adversário de Wild nas quartas em Santiago virá da partida entre o chileno Cristian Garin, principal cabeça de chave do torneio e número 18 do mundo, e o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, 98º colocado. Garin venceu dois títulos seguidos no saibro e foi campeão do Rio Open no último domingo. Já o espanhol foi superado pelo próprio Wild na semana passada.

Wild salvou dois set points na primeira parcial
O primeiro set da partida não teve quebras, embora cada jogador tenha perdido três break points. Wild escapou de um 0-40 ainda no início de jogo e também teve suas chances de quebra. Londero até salvou dois set points no saque, quando perdia por 6/5, contando com erros do paranaense. Durante o tiebreak, foi a vez de Wild sacar para salvar um set point. Pouco depois, perdeu uma disputa na rede e deixou a parcial nas mãos de Londero. O argentino, entretanto, fez dois erros seguidos e permitiu a Wild definir a parcial com um ace.

O segundo set não poderia começar melhor para Wild que conseguiu uma quebra logo de cara. O paranaense vinha confirmando seus games de saque sem sustos e chegou a abrir 5/3, tendo perdido apenas três pontos em seus games de serviço. Sacando para o jogo, Wild encarou um game longo, mas sequer enfrentou break points antes de consolidar a vitória.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis