Notícias | Dia a dia
Wawrinka e Dimitrov avançam e duelam no México
27/02/2020 às 08h58

Acapulco (México) - Se na parte de baixo da chave os favoritos Alexander Zverev e Felix Auger-Aliassime não resistiram à segunda rodada, nesta quarta-feira, o mesmo não aconteceu com o suíço Stan Wawrinka e com o búlgaro Grigor Dimitrov, que fizeram valer o favoritismo e agora irão se enfrentar pelas quartas de final do ATP 500 de Acapulco.

Sétimo mais bem cotado, Dimitrov teve um jogo contra o francês Adrian Mannarino, saiu perdendo e precisou de três sets e dois tiebreaks para avançar, fechando com parciais de 6/7 (8-10), 6/2 e 7/6 (7-2). O búlgaro poderia ter vencido o primeiro set, mas perdeu vantagem de 4/2 e depois deixou escapar um set-point no tiebreak do primeiro set. Ele também salvou dois match-points no terceiro.

"Tudo o que eu precisava fazer era permanecer na partida e lutar. Não sei por que tenho que dificultar tanto, mas tudo é o que é. A atmosfera aqui estava elétrica mais uma vez e agora quero apenas apreciar este momento", comemorou Dimitrov.

Wawrinka teve um pouco menos de trabalho para vencer a segunda, superando o espanhol Pedro Martinez em sets diretos, com duplo 6/4. O suíço conquistou 90% dos pontos com o primeiro saque e quebrou Martinez duas vezes em cada set para avançar em 1h31. Ele alcançou pelo menos as quartas de final nos três eventos que disputou este ano.

Será a 12ª vez que o suíço e o búlgaro medirão forças no circuito, com boa vantagem para Wawrinka, que venceu sete e perdeu quatro. Dimitrov tentará quebrar uma sequência de cinco resultados negativos, não vencendo o rival desde o Masters 1000 de Cincinnati de 2016. Embora tenha perdido estes últimos confrontos, ele fez vários jogos duros, disputando e perdendo os seis tiebreaks nesse período.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis